BenaventeRibatejo

Samora Correia: Fábrica João de Deus retoma a normalidade depois da intoxicação de 46 operários

A Autoridade da Segurança Alimentar e Económica (ASAE) suspendeu a cozinha da fábrica João de Deus, em Arados, Samora Correia e mandou destruir toda a comida existente como medida de precaução.

Os trabalhadores doentes e todos os que terminavam o turno às 17h00 foram dispensados mas os que integram o novo turno ainda aguardam indicações para saber se ocupam os postos de trabalho.

A decisão da ASAE, apoiada pela autoridade de saúde, surge depois de 46 trabalhadores terem sofrido uma intoxicação de causa desconhecida, mas com fortes indícios de ter sido causada pela alimentação.

Recorde-se que esta manhã foram transportados ao Hospital de Vila Franca 14 trabalhadores e 16 foram assistidos no Posto de Emergência improvisado no parque da fábrica de radiadores para automóveis.

Ontem vários trabalhadores manifestaram sintomas como vómitos, diarreias, náuseas e apatia e 16 foram assistidos no Hospital de Vila Franca de Xira. Todos tinham almoçado na fábrica.

A operação de socorro e assistência às vítimas terminou às 14h00 e envolveu 15 veículos com 32 operacionais, nomeadamente meios dos bombeiros de Samora Correia, Vila Franca de Xira, Benavente, Salvaterra, Coruche e Canha, além de meios da GNR e de uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Vila Franca.

Notícia da Agência Lusa

Trinta pessoas de uma empresa em Arados, Benavente, no distrito de Santarém, foram esta sexta-feira de manhã assistidas com sintomas de intoxicação, revelou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Segundo a mesma fonte, o alerta foi dado às 09:24, tendo os meios de socorro assistido 30 pessoas, 14 delas feridos ligeiros que foram transportados para o hospital de Vila Franca de Xira.

Outros 16 assistidos no local recusaram assistência hospitalar, acrescentou.

“As causas ainda não estão conhecidas, mas havia queixas de cefaleias, vómitos e náuseas”, afirmou.

A empresa João de Deus e Filhos, em Arados, freguesia de Samora Correia e concelho de Benavente, fabrica radiadores para automóveis.

A Lusa tentou contactar a empresa para mais esclarecimentos, mas até ao momento não foi possível.

No local estiveram 15 veículos com 32 operacionais, nomeadamente meios dos bombeiros de Samora Correia, Vila Franca de Xira, Benavente, Salvaterra, Coruche e Canha, além de meios da GNR e de uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Vila Franca.

Fonte: N.S.L – Foto D.R

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close