Opinião

Opinião Sem Filtro: Caras lindas enchem o papinho e o ego com os likes nas redes sociais

As redes sociais enchem o papinho e o ego de muitos infelizes. Quem me conhece sabe a opinião que tenho em relação às mesmas. Se por um lado, elas são positivas por alicerçarem projetos e iniciativas, relacionarem pessoas, promoverem o convívio… na maior parte dos casos, é o expoente máximo de um exacerbado egocentrismo, completamente descontrolado.

Conheço casos, vazios de ideias e ocos de projetos, que se limitam a ir para as redes sociais despejar os almoços em família e amigos, as trotinetas adquiridas, as viagens imaginadas e sonhadas ou as roupas novas que adquiriram nas boutiques que Ti Jusmina tem espalhadas pela baixa de Lisboa.

Há ainda alguns palminhos de cara que enchem o papinho e o ego, assim como o saquinho com os likes deixados pelos seus seguidores, alguns que não conhecem nem nunca viram. Mas é giro. Faz bem. É um regalo. É um encher a barriguinha como se não houvesse o amanhã. Eu cá, prefiro filé mignon com molho da Madeira. Mostram o palminho de cara, porque não podem mostrar mais nada. Cada um mostra o que tem e pode. E esses palminhos de cara, mostram a cara.

Se espremermos a verdade dos “amigos”, sobra nada sobre praticamente nada de concreto. A maior parte faz click nas “caras lindas” para lhes agradarem, para não as verem infelizes. Outros, os mais ousados e atrevidos, carregam na foto com a esperança de lhes saltarem em cima. Sim, parece duro, mas é verdade. Mas as “caras lindas” ficam muito satisfeitas com os likes. Até dormem melhor com esse simples sorriso virtual. Até o trabalho lhes corre melhor no dia seguinte. Vivem enganadas uma vida inteira, mas são felizes com quase nada. Saltam e pulam como loucas e contentes. E, em silêncio, só para elas, gritam bem alto: “viva os likes na minha cara linda, viva!…”

O pior é se um dia a cadeira se parte e o pano cai. É um vazio em todas as frentes. Sobra-lhes apenas à cara linda e nada mais, porque até “os amigos”, esse, já partiram para outras paragens para passarem a patrocinar com likes, sorrisos e abraços de mil cores quem lhes dá agora guarida.

Mário Gonçalves – Jornalista

Mostrar mais

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close