Salvaterra de Magos

Jornalismo de Proximidade e Denúncia ajuda a resolver problemas que são da competência dos políticos

No dia 30 de Julho, graças à denúncia de um habitante das Janeiras de Baixo (Glória do Ribatejo),o “Ribatejo News” alertava as autoridades competentes e os políticos locais para a necessidade de limpar com alguma urgência os terrenos circundantes à Raret.

O jornalismo de proximidade e de denúncia tem muita força na actualidade
Foto: Joosé Peixe/D.R

O título da notícia não podia ser mais esclarecedor: Glória do Ribatejo: Estão à espera de quê para limpar os terrenos em volta da Raret?

Uma semana depois a notícia surtiu efeitos e os resultados estão à vista. Há três dias começaram a limpar os terrenos e os habitantes do Cabeço da Fava e das Janeiras de Baixo (Glória do Ribatejo) ficaram mais descansados.

Na qualidade de editor do “Ribatejo News” quero dar os parabéns a Miguel Caldas (um dos proprietários da Raret), que ao saber da notícia desenvolveu todos os esforços necessários para que se procedesse à limpeza dos terrenos o mais rapidamente possível.

Um jornal local consegue fazer aquilo que os políticos locais se recusam a fazer. O resto é conversa…
Foto: José Peixe/D.R

Já escrevi várias vezes que o Jornalismo de Proximidade e de Denúncia na Era Digital permite que todos os cidadãos participem activamente na resolução dos problemas que mais os afectam. E é isso que se pretende.

Mais uma vez, graças à denúncia de um cidadão e à notícia que editamos, conseguimos resolver um problema que punha em perigo muitas habitações glorianas em caso de incêndio. O resto é conversa de cafés. Fofoquice de pastelaria. Conversas da treta.

Ou seja, neste caso concreto o “Ribatejo News” conseguiu fazer com que limpassem os terrenos circundantes à Raret, coisa que a Protecção Civil do concelho de Salvaterra de Magos, o presidente da Câmara Municipal, a GNR e o senhor presidente da Junte de Freguesia da Glória do Ribatejo não conseguiram. E é isso (apenas isso!) que importa.

Mas no decorrer deste processo e dos contactos efectuados, também ficamos a saber que um autarca local, teve uma reunião há 2 meses com um dos proprietários da Raret, dizendo-lhe que “não era preciso limpar aquelas áreas, só no caso de haver uma notificação da Guarda Nacional Republicana (GNR)”. São estes os políticos que as populações elegem para os defender.

O proprietário da Raret agradeceu o alerta que foi feito “Ribatejo News” e agiu com celeridade. Está de parabéns
Foto: José Peixe/D.R

É evidente que esse autarca em questão vai dizer que é tudo mentira. Que não reuniu com ninguém. Que não tem nada a ver com este assunto. Blá, blá, blá… Mas a verdade é que nós conseguimos através de uma denúncia resolver um problema que os autarcas do nosso concelho nem a protecção civil conseguiram.

Estamos acostumados a este cenário. Inicialmente os autarcas reagem mal, ficam indispostos e indignados. E tratam-nos indignamente. Mas confrontados com a realidade dos factos são obrigados a engolir em seco.

Muitos autarcas estão a borrifar-se para o bem estar das populações dos seus concelhos e freguesias. O que importa são as negociatas que se podem fazer, o salário ao fim do mês e as regalias para reformas chorudas.

As pessoa não devem ter medo de fazer denúncias. E os autarcas devem acostumar-se à investigação jornalística
Foto: José Peixe/D.R

Também importa recordar (porque recordar é viver!) que o presidente da Junta de Freguesia da Glória do Ribatejo, João Batista Oliveira, tem muitas responsabilidades na área florestal no plano municipal. Ele foi eleito como o autarca de freguesia representante na Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, com a seguinte votação: 24 votos a favor (12 da bancada do BE, 9 da bancada do PS, 3 da bancada do PSD), e 2 abstenções da bancada da CDU.

Por isso agradeço aos leitores do “Ribatejo News” a utilizar este email para fazer denúncias e enviar fotos de assuntos que não cheguem até às populações. Nós estamos cá para pôr em prática o Jornalismo de Proximidade.

Email: ribatejonews@gmail.com

José Peixe – Jornalista

 

Mostrar mais

Related Articles

Um comentário

  1. Boa tarde,

    Para informação correta o João Benavente foi eleito como o autarca de freguesia representante na Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, com a seguinte votação 24 votos a favor (12 da bancada do BE, 9 da bancada do PS, 3 da bancada do PSD), e 2 abstenções da bancada da CDU na sessão ordinária da Assembleia Municipal em 25 de Fevereiro de 2010, ou seja , á pelo menos 9 anos que tem responsabilidades nos planos florestais do concelho de Salvaterra de Magos. Pergunta-se qual o contributo que este senhor politico deu para o plano florestal contra incêndios do concelho, era bom que o dissesse publicamente, pois não sei se tem também tem responsabilidades em todo o processo aquando do grande fogo em Glória do Ribatejo em que arderam 700 hectares. Porque correu pessimamente mal toda a coordenação dos bombeiros e triste é este senhor ficou-se a rir de João Rolo pela sua demissão forçada, sendo ele, João Benavente, o mais responsável em todas as vertentes, mas sempre a mesma desculpa em toda a sua vida politica “isso não é comigo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close